:: Juventude Ativa ICNV Abolição ::
(06/12/10)Decepção

 Decepcionado pelas expectativas frustradas sobre o comportamento de seu cônjuge (ele não é seu escravo nem sua cópia)

“... Foi, pois, Davi e, com alegria, fez subir a arca de Deus da casa de Obede-Edom, à Cidade de Davi. Sucedeu que, quando os que levavam a arca do Senhor tinham dado seis passos, sacrificava ele bois e carneiros cevados. Davi dançava com todas as suas forças diante do Senhor; e estava cingido de uma estola sacerdotal de linho. Assim, Davi, com todo o Israel, fez subir a arca do Senhor, com júbilo e ao som de trombetas. Ao entrar a arca do Senhor na Cidade de Davi, Mical, filha de Saul, estava olhando pela janela e, vendo ao rei Davi, que ia saltando e dançando diante do Senhor, o desprezou no seu coração... Voltando Davi para abençoar a sua casa, Mical, filha de Saul, saiu a encontrar-se com ele e lhe disse: Que bela figura fez o rei de Israel, descobrindo-se, hoje, aos olhos das servas de seus servos, como, sem pejo, se descobre um vadio qualquer! Disse, porém, Davi a Mical: Perante o Senhor, que me escolheu a mim antes do que a teu pai e a toda a sua casa, mandando-me que fosse chefe sobre o povo do Senhor, sobre Israel, perante o Senhor me tenho alegrado. Ainda mais desprezível me farei e me humilharei aos meus olhos; quanto às servas, de quem falaste, delas serei honrado. Mical, filha de Saul, não teve filhos, até ao dia da sua morte”

(2Sm 6.12b-16, 20-23).

Decepcionado pela traição na própria família por causa de inveja

“Vendo Sara que o filho de Agar, a egípcia, o qual ela dera à luz a Abraão,

caçoava de Isaque, disse a Abraão: Rejeita essa escrava e seu filho; porque o filho dessa escrava não será herdeiro com Isaque, meu filho. Pareceu isso mui penoso aos olhos de Abraão, por causa de seu filho. Disse, porém, Deus a Abraão: Não te pareça isso mal por causa do moço e por causa da tua serva; atende a Sara em tudo o que ela te disser; porque por Isaque será chamada a tua descendência.

Mas também do filho da serva farei uma grande nação, por ser ele teu

descendente. Levantou-se, pois, Abraão de madrugada, tomou pão e um odre de água, pô-los às costas de Agar, deu-lhe o menino e a despediu. Ela saiu, andando errante pelo deserto de Berseba” (Gn 21.9-14).

Decepcionado pela traição na própria família por causa da ganância e do poder

Passou Esaú a odiar a Jacó por causa da bênção, com que seu pai o tinha

abençoado; e disse consigo: Vêm próximos os dias de luto por meu pai; então, matarei a Jacó, meu irmão” (Gn 27.41).

Decepcionado pelo abandono da família e dos amigos

Os meus parentes me desampararam, e os meus conhecidos se esqueceram de mim” (Jó 19.14).

Decepcionado com o abandono daqueles que trabalham ao seu lado

“Estás ciente de que todos os da Ásia me abandonaram; dentre eles cito Fígelo e Hermógenes... Porque Demas, tendo amado o presente século, me abandonou e se foi para Tessalônica... Na minha primeira defesa, ninguém foi a meu favor; antes, todos me abandonaram” (2Tm 1.15, 4.10, 16).

Decepcionado por causa da politicagem hipócrita

“Quando, porém, Cefas veio a Antioquia, resisti -lhe face a face, porque se tornara repreensível. Com efeito, antes de chegarem alguns da parte de Tiago, comia com os gentios; quando, porém, chegaram, afastou-se e, por fim, veio a apartar -se, temendo os da circuncisão. E também os demais judeus dissimularam com ele, a ponto de o próprio Barnabé ter-se deixado levar pela dissimulação deles” (Gl 2.11-13).

Decepcionado pela falta de reconhecimento (enquanto outros recebem elogios)

“Aconteceu que no fim de uns tempos trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel, por sua vez, trouxe das primícias do seu rebanho e da gordura deste. Agradou-se o Senhor de Abel e de sua oferta; ao passo que de Caim e de sua oferta não se agradou. Irou-se, pois, sobremaneira, Caim, e descaiu-lhe o semblante. Então, lhe disse o Senhor: Por que andas irado, e por que descaiu o teu semblante? Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo. Disse Caim a Abel, seu irmão: Vamos ao campo. Estando eles no campo, sucedeu que se levantou Caim contra Abel, seu irmão, e o matou” (Gn 4.3-8).

Não é só você que foi uma vítima da decepção

Decepcionado com pessoas que criou, amou, sustentou, protegeu e abençoou!

“Eu te conheci no deserto, em terra muito seca. Quando tinham pasto, eles se fartaram, e, uma vez fartos, ensoberbeceu-se-lhes o coração; por isso, se

esqueceram de mim” (Os 13.5-6).

Jesus se decepcionou com um amigo

“E logo, aproximando-se de Jesus, lhe disse: Salve, Mestre! E o beijou. Jesus, porém, lhe disse: Amigo, para que vieste?...” (Mt 26.49-50a).

Reverta a decepção

Deposite sua confiança ABSOLUTA em Deus

“Assim diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem, faz da carne

mortal o seu braço e aparta o seu coração do Senhor! Porque será como o arbusto solitário no deserto e não verá quando vier o bem; antes, morará nos lugares secos do deserto, na terra salgada e inabitável. Bendito o homem que confia no Senhor e cuja esperança é o Senhor. Porque ele é como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e, no ano de sequidão, não se perturba, nem deixa de dar fruto. Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? (Jr 17.5-9).

Apesar de decepcionado pela ingratidão, continue a olhar para frente e cumprir a sua missão

“De caminho para Jerusalém, passava Jesus pelo meio de Samaria e da Galiléia. Ao entrar numa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez leprosos, que ficaram de longe e lhe gritaram, dizendo: Jesus, Mestre, compadece-te de nós! Ao vê-los, disse-lhes Jesus: Ide e mostrai-vos aos sacerdotes. Aconteceu que, indo eles, foram purificados. Um dos dez, vendo que fora curado, voltou, dando glória a Deus em alta voz, e prostrou-se com o rosto em terra aos pés de Jesus, agradecendo-lhe; e este era samaritano. Então, Jesus lhe perguntou: Não eram dez os que foram curados? Onde estão os nove? Não houve, porventura, quem voltasse para dar glória a Deus, senão este estrangeiro? E disse-lhe: Levanta-te e vai; a tua fé te salvou” (Lc 17.11-19).

* Apesar de decepcionado, Jesus continuou a operar milagres.

Mude o foco de seu pensamento: Valorize os que te são fiéis, e não os que te abandonaram(pare de gastar tempo, energia e emoção desnecessariamente)

“Saudai Priscila e Áqüila, meus cooperadores em Cristo Jesus, os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço, não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios” (Rm 16.3-4).

Dê uma nova oportunidade a quem o decepcionou, reconheceu o erro e se arrependeu

Somente Lucas está comigo. Toma contigo Marcos e traze-o, pois me é útil para o ministério” (2Tm 4.11).

Conclusão

Lembre-se que Deus nunca te abandonará

“Acaso, pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti” (Is 49.15).

“Porque, se meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me acolherá
 (Sl 27.10).


---------------------------------------------------------------------------------------------------------------

                         Ciúmes

                “O amor não arde em ciúmes” (1Co 13.4c).

Introdução

*Dizem que o ciúme é o “mau cheiro do amor”.
*No hebraico:----- (kinah), “rubor do rosto” (referente ao sentimento contido,positivo ou negativo; acúmulo de ira). Aparece 41 vezes.
*No grego: παραζηλωσω(parazelosso), “muito zelo”. Aparece 4 vezes.
 
Ciúme positivo
*Apreensão emocional em que alguém tem a percepção (nem sempre correta) de que está perdendo a preferência de quem ama por outra pessoa.
*Envolve o sentimento de “substituição” por um concorrente (ou rival).
*Por outro lado, envolve “vigilância” acerca daquilo que é considerado de “responsabilidade” sua.
*No caso de Deus é sempre positivo, pois o rival é satanás, que visa destruir a vida daqueles a quem Deus ama. Neste caso, não se trata de egoísmo insensato.
Por isso, a Bíblia diz:
“Porque eu sou o Senhor, teu Deus, Deus zeloso” (Ex 20.5c).
*E é neste desejo de nos preservar da morte espiritual, que Deus deseja habitar em nossas vidas:
“Ou supondes que em vão afirma a Escritura: É com ciúme que por nós anseia o Espírito, que ele fez habitar em nós?” (Tg 4.5).
*O amor – e não o egoísmo – é a base do ciúme de Deus.
*Este amor também pode e deve ser experimentado pelos homens. Vide o ciúme de Paulo para com os seus convertidos:
“Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo. De fato, eu vos louvo porque, em tudo, vos lembrais de mim e retendes as tradições assim como vo-las entreguei” (1Co 11.1-2).

Ciúme negativo
*É o caso em que o ciúme mistura amor com egoísmo.
*A pessoa não sente ciúmes por que prevê que a decisão da outra vai prejudicá-la,mas por que irá “perder a posse” daquela pessoa, mesmo que a mesma apenas deseje buscar a felicidade.
*Caso Lindembergue & Eloá (São Paulo, outubro de 2008).
*E de Otelo por Desdêmona, que, não aceito pelos venezianos por mais capaz que fosse por causa de sua pele escura, é instigado por Iago sobre suposto romance dela com Cássio e a mata, carregando culpa sober si.
*Este caso é o que a Bíblia descreve como “obra da carne”:
“Ora, as obras da carne são conhecidas e são: ... ciúmes” (Gl 5.19-20).
*Este ciúme – baseado no egoísmo, na “posse e domínio absoluto”, mesmo que com prejuízo à outra parte – é pecaminoso.

Este é o ciúme “ardente”
*Por isso a Bíblia diz:
O amor não arde em ciúmes” (1Co 13.4c).
*O ciúme “ardente”, irracional, deixa de ter a marca do amor e passa a ter a marca do pecado.
*Por isso, naquela mesma carta que Paulo escreveu, ele repreendeu os coríntios:
“Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais e andais segundo o homem?” (1Co 3.3).
*A bíblia mostra que o ciúme baseado no “domínio” não gera alegria à outra pessoa, mas apenas contendas:
“Andemos dignamente, como em pleno dia, não em orgias e bebedices, não em impudicícias e dissoluções, não em contendas e ciúmes” (Rm 13.13).
*O verdadeiro amor, antes de desejar a “posse” de alguém, o “domínio” sobre alguém, deseja a “felicidade” de alguém.

Conclusão
*Assim entendendo, sobre a diferença entre o ciúme baseado no “domínio” e o ciúme baseado no “amor” – e que, por isso, só visa o que é bom para a pessoa – é que a Bíblia descreve:
O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece” (1Co 13.4).
            
                                                                             Baseado em Champlin.

 ***********************

°°°° Gavetas da°°°                 °°°Alma °°°°

Picture


   A série gavetas da alma tem como objetivo abordar assuntos que muitas vezes passamos, mas temos vergonha de compartilhar. Assuntos esses que por vezes interferem o seu louvor a Deus. A postagem vai ser semanal. A série possui 10 tópicos. °Decepção °Luto °Vícios °Depressão °Medo °Culpa °Inveja °Preguiça.



                                 Ansiedade

Introdução

* A ansiedade é um dos maiores males da sociedade moderna. Chegamos ao ponto de, ao irmos ao interior e convivermos poucos dias com pessoas da região, ficamos estressados por não suportarmos aquele ritmo! Começamos a cobrar dos outros o padrão estressado que levamos.

*
Mas a ansiedade, muitas vezes, é resultado de vários fatores que ultrapassam as barreiras regionais. A expectativa do futuro, a segurança
interna e externa, a provisão diária e o desemprego, as dívidas e tantas outras coisas – inclusive nossos próprios sonhos – fazem com que sejamos
tomados pela ansiedade.

* O resultado disso? Desequilíbrio no estado emocional, afetando a saúde, os relacionamentos, e a fé.

Sintomas da ansiedade

Físicos
* Doenças
* Sudorese,
* Fadiga
* Cefaléia
* Taquicardia
* Nervosismo etc.
Sociais
* Cuidados excessivos com a vida (“Pré”-ocupações)
* Relacionamentos afetivos
Emocionais
* Insegurança
* Insônia
Químicos
* Busca de drogas lícitas e ilícitas
Espirituais
* Fé vacilante
* Medo da morte
* Dificuldades para orar
* Dificuldade para santificar-se
* Dificuldade para ler a Bíblia
Financeiros
* Pressão de ascensão sócio-econômica
* Contas a pagar
* Dívidas

Ansiedade material
É necessário refocar o objetivo da vida
“Com efeito, passa o homem como uma sombra; em vão se inquieta; amontoa tesouros e não sabe quem os levará” (Sl 39.6).
A ansiedade material gera pessoas insaciáveis, desejando sempre mais e mais
Um homem sem ninguém, não tem filhos ou irmã; contudo, não cessa de trabalhar, e seus olhos não se fartam de riquezas; e não diz: Para quem trabalho eu, se nego à minha alma os bens da vida? Também isto é vaidade e enfadonho trabalho” (Ec 4.8).

Conseqüências da ansiedade
A ansiedade consome a energia física e a mental, e faz com que percamos excelentes oportunidades
“Respondeu-lhe o Senhor: Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas” (Lc 10.41).

A ansiedade inibe o crescimento espiritual

“O que foi semeado entre os espinhos é o que ouve a palavra, porém os cuidados do mundo e a fascinação das riquezas sufocam a palavra, e fica infrutífera” (Mt 13.22).

A ansiedade pode levar pessoas a outros vícios para preencher o vazio
“Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço” (Lc 21.34).

Como tratar da ansiedade

Medicamentos
* Há remédios que ajudam a controlar quimicamente a ansiedade. Consulte o seu médico (Deus capacita com conhecimento médicos e químicos para curar, e não apenas meios de cura direta).

Reorientação físico-emocional
* Desligue o telefone de vez em quando
* “No e-mail Day”
* Tenha um hobby
* Leia de um bom livro
* Admire a natureza
* Faça caminhadas e exercícios físicos
... mas, e se as contas continuam chegando? E se sua vida não sai do lugar?

Orientações bíblicas sobre como vencer a ansiedade
Lembre-se: Deus está cuidando de você
Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai Celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?” (Mt 6.26).

Busque a Deus e ele te acrescentará o mínimo que precisas
Não andeis, pois, a indagar o que haveis de comer ou beber e não vos entregueis a inquietações. Porque os gentios de todo o mundo é que procuram estas coisas; mas vosso Pai sabe que necessitais delas. Buscai, antes de tudo, o seu reino, e estas coisas vos serão
acrescentadas” (Lc 12.29-31).

Saiba que tem gente trabalhando para te dar dinheiro
“Pois que tem o homem de todo o seu trabalho e da fadiga do seu coração, em que ele anda trabalhando debaixo do sol? Porque todos os seus dias são dores, e o seu trabalho, desgosto; até de noite não descansa o seu coração; também isto é vaidade. Nada há melhor para o homem do que comer, beber e fazer que a sua alma goze o bem do seu trabalho. No entanto, vi também que isso vem da mão de Deus, pois, separado deste, quem pode comer ou quem pode alegrar-se? Porque Deus dá sabedoria, conhecimento e prazer ao homem que lhe agrada; mas ao pecador dá trabalho, para que ele ajunte e amontoe, a fim de dar àquele que agrada a Deus. Também isto é vaidade e correr atrás do vento” (Ec 2.22-26).
* Ore para que este dinheiro, ao invés de ir para prostitutas, jogatinas outros desperdícios, chegue às suas mãos, servo do Senhor, para abençoar a obra
de Deus e a vida de sua família.

Não se conforme, e peça sabedoria a Deus
Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhes-á concedida. Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não
suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa” (Tg 1.5-7).
* Distribua currículos, seja o melhor e mais aplicado funcionário, não faça apenas o que pede seu chefe, mas supreenda-o com mais resultados,
empreenda e abra uma firma estudando racionalmente o mercado, bundando uma boa localização estrutural, use os “4 P’s do marketing) etc.

Entenda que Deus pode te dar o “dom de enriquecer”
“Quanto ao homem a quem Deus conferiu riquezas e bens e lhe deu poder para deles comer, e receber a sua porção, e gozar do seu trabalho, isto é dom de Deus” (Ec 5.19).
* Não se esqueça desta outra parte espiritual do empreendorismo, que Deus pode te conceder a qualquer momento.

Conclusão
Lance sobre o Senhor toda a sua ansiedade
Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” (1Pe 5.7).

Não se ocupe previamente (pré-ocupe). Durma tranqüilo

Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta cada dia o seu mal” (Mt 6. 34).

Diariamente apresente a Deus o motivo de sua ansiedade, com gratidão, e sua mente e coração descansarão na paz dele
Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela
súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo
Jesus” (Fp 4.6-7).

Picture